Acesso à informação Portal Brasil  
Você está aqui: Página Inicial Agricultura Agricultores aumentam produção de mandioca seguindo recomendações técnicas

Acesse também
Prosa Rural Prosa Rural
Conhecimento nas ondas do rádio

Dia de Campo na TV
Dia de Campo na TV
Novidades do campo para o público

Projeto Minibibliotecas
Projeto Minibibliotecas
Para a família rural

Catálogo de Produtos e Serviços
Catálogo de Produtos e Serviços
Ao alcance de todos

Proeta
Proeta
Incubação de Agronegócios

Livraria Embrapa
Livraria Embrapa
Adquira nossas publicações

Agência de Informação Embrapa

Videoteca Digital Embrapa
Videoteca Digital Embrapa
Veja nossos vídeos

Infoteca Infoteca
Inf. Tecnológica em Agricultura

TmFO TmFO
TROPICAL managed FORESTS OBSERVATORY

 

Agricultores aumentam produção de mandioca seguindo recomendações técnicas

A experiência dos agricultores familiares com a adoção de técnicas recomendadas para produção de mandioca a partir de pesquisas da Embrapa Amazônia Ocidental (Manaus-AM) demonstra que é possível mudar para melhor o cenário da produção agrícola familiar no estado.

Agricultores aumentam produção de mandioca seguindo recomendações técnicas

Produção de farinha. Foto:Rosangela Reis

A experiência dos agricultores Doriedson Lopes Guimarães e João Gonçalves Aires Oliveira, da comunidade Manairão, município de Manacapuru (AM), mostra que com planejamento, acesso ao crédito e  tecnologias adequadas, se consegue aumentar em 150% a produção de mandioca para farinha.
Para esse salto de produtividade, Doriedson e João passaram por experiência pioneira que está abrindo caminho para outros agricultores. Esses agricultores, da comunidade do Manairão, participaram de projeto da Embrapa Amazônia Ocidental de transferência de tecnologias, finalizado em 2008, no qual tiveram Unidade Demonstrativa de mandioca instalada na propriedade e por meio do projeto tiveram acesso a técnicas para melhorar a produtividade no cultivo da mandioca.
No sistema utilizado pelos agricultores anteriormente, a produção de 1 hectare de mandioca rendia 40 sacas de farinha e, atualmente, com o uso de tecnologias de manejo recomendadas pela pesquisa agropecuária, foi possível produzir, a partir da mesma área, mandioca para 100 sacas de farinha.
O resultado do projeto foi satisfatório e os agricultores ficaram interessados em ampliar a área. Entretanto, o financiamento atual de R$ 1.500 por hectare, disponibilizados pelos agentes financeiros aos agricultores, não seria suficiente para a adoção das tecnologias.
Com o apoio da Embrapa Amazônia Ocidental e do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal do Amazonas (Idam), os agricultores Doriedson e João tiveram um valor diferenciado de financiamento junto à Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), no valor de R$ 4.700 por hectare, o que permitiu viabilizar a ampliação da área de plantio e a adoção das técnicas. Os agricultores já estão colhendo a safra de mandioca nas áreas de produção que receberam financiamento. O plantio foi feito com variedades de mandioca tradicionais e cultivares recomendadas pela Embrapa, as quais apresentaram produtividades de 23 a 36 toneladas por hectare (t/ha), bem acima da média de produtividade no Estado que oscila entre 8 a 10 t/ha.
Atualmente, está sendo dada continuidade ao processo de transferência de tecnologias junto aos agricultores familiares daquela região, através de outro projeto iniciado em 2009, o Manarosa, que aborda as culturas da mandioca e da banana. O projeto conta com a parceria do Idam e está sendo desenvolvido junto aos agricultores da Comunidade Manairão, em Manacapuru, e da Comunidade Pau Rosa, no assentamento Tarumã Mirim na BR-174.
Por meio do projeto Manarosa, estão sendo implantadas nessas comunidades 10 unidades demonstrativas em área de produtores, com tecnologias para cultivo de mandioca e banana. Nesta quarta-feira, 23 de fevereiro, será feito o plantio de mais uma unidade demonstrativa com a cultivar de banana BRS Conquista, resistente às principais doenças da bananeira. Além dos 10 produtores que recebem em suas áreas as unidades demonstrativas de mandioca ou banana, outros agricultores são envolvidos nas atividades do projeto. “Ao todo estão envolvidos 30 famílias no Manairão e 60 famílias no Tarumã Mirim”, informa a pesquisadora da Embrapa Amazônia Ocidental, Rosângela dos Reis, membro da coordenação do projeto.
“Além de levar tecnologias para melhorar a produtividade das culturas da mandioca e da banana, o projeto Manarosa busca também chegar ao mesmo diferencial da experiência dos agricultores Doriedson e João, ou seja preparar tecnicamente os agricultores para obterem acesso ao crédito em valor real para adotarem as tecnologias que viabilizem a produtividade e assim pagar o financiamento e obter renda para a família”, explica a coordenadora do projeto Manarosa, pesquisadora da Embrapa Amazônia Ocidental  Mirza Pereira. “A experiência mostrou que a mudança no valor do financiamento para essa cultura é necessária e deveria se tornar uma política pública, acessível a todos os agricultores que cultivam mandioca”, afirma Mirza.
Além dos ganhos econômicos, a adoção de um cultivo com tecnologias adequadas de manejo também permite ganhos ambientais, evitando a abertura de novas áreas, pois o uso de cultivares e variedades mais produtivas associado ao preparo da área com adubação e reposição de nutrientes para o solo permite utilização sucessiva por vários anos na mesma área. Já no sistema convencional, sem adubação, a produtividade vai diminuindo após cada safra, os nutrientes do solo vão reduzindo e assim os agricultores partem para abrir outras áreas para continuar cultivando.
_________________________________
Síglia Regina / Jornalista (MTb/AM-66)
Embrapa Amazônia Ocidental
siglia.regina@cpaa.embrapa.br /Fone:(92) 3303-7852 / 3303-7860

 

 

Ações do documento

Enquete
Os links disponíveis neste site sempre apontam para as páginas corretas?


Votos: 412
Institucional